Olá, Bem Vindo ao blog da Biblioteca da Escola de Fânzeres!

Se chegaste até aqui és , certamente, uma daquelas " pessoas especiais" para quem o livro é algo mais do que um simples objecto para decorar as estantes, és "um daqueles casos bicudos" que procura no livro um amigo confidente e cúmplice, um companheiro para aventuras e viagens, um sonhador que, tal como tu, navegue por outras galáxias ou domine ciências ainda por desvendar.
Claro, haverá livros que te agradam mais do que outros, quem sabe até um, que por uma razão qualquer, já conquistou aquele espaço muito especial no teu coração e na tua vida.
Mas... se vieste até aqui por puro acaso, não desanimes: entra, dá uma volta, escolhe o livro com a capa ou título que mais te agradar e dá-lhe uma oportunidade de te conhecer.Será que não vale a pena correr o risco, experimentar? Afinal, o único perigo é ficar viciado, ter vontade de voltar...

O objectivo primordial deste espaço é dar-lhe vida, trazer até cá crianças, jovens e adultos, proporcionar-lhes a promoção de actividades e eventos diversos levados a cabo pela equipa responsável pelo projecto da Biblioteca Escocolar, a divulgação e contacto com os livros e seus autores e, acima de tudo, ajudar a criar hábitos de leitura e desenvolver o prazer de ler e escrever.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Projeto “Ler mais, para compreender melhor”

Os alunos da turma 3ºD, da Escola Básica de Montezelo, orientados pela professora Laurinda Costa, durante o 1º período, levaram a efeito, em contexto de sala de aula, uma ação educativa de exploração da obra “Desculpa, por acaso és uma bruxa? da autoria de Emily Horn, que envolveu a dinamização de uma experiência ligada às Ciências físico-químicas. A referida ação educativa, integrou-se no desenvolvimento do Projeto “Ler mais, para compreender melhor”.




Algumas opiniões dos alunos sobre a atividade


Gonçalo:
“Na terça-feira à tarde estive a fazer experiências. Para fazer o indicador a minha professora chamada Laurinda cozeu couve roxa com água a ferver. Ela disse que se ficasse cor-de-rosa, era ácido e se ficasse verde era uma base.
Uma colega minha teve uma ideia excelente: juntar o ácido com a base e…Puf! Aquilo deu a cor do indicador, que neste caso era roxo.
Logo, ácido + base = indicador.
Este foi um dia de experiências que eu adorei!“



Leonor:

“ No dia das bruxas a minha professora decidiu fazer algumas experiências.
Para fazer essas experiências, foram precisos certos ingredientes, vinagre, farinha, fermento, limões, etc. A professora em casa cozeu couve roxa com água e ficou um líquido chamado indicador.
Depois, a professora explicou que ao misturar o indicador com outros ingredientes se der a cor verde são uma base e se der uma cor rosa são um ácido.
A seguir misturámos todos os ingredientes da experiência no caldeirão para dar uma erupção.
Quando acabámos de fazer explodir o panelão, pegámos numa garrafa de plástico com vinagre, colocámos fermento numa luva e amarrámos a garrafa à luva. Ao fazer isso a luva encheu-se (mão de bruxa).
Adorei estas experiências.”




Luana:

“ Naquele dia quando cheguei à sala vi muitos materiais e a professora disse:
- Se ficar rosa, é ácido, se ficar verde é base.
Ela fez um indicador que era feito de água e couve roxa.
A primeira experiência foi: indicador, mais líquido da louça e ficou verde, o que significa que o detergente é uma base.
A segunda experiência foi indicador mais fermento e ficou verde, o que significa que o fermento é uma base.
A terceira experiência foi indicador mais limão e ficou rosa, o que significa que é ácido.
Depois misturámos ácido mais base e ficou da cor do indicador (roxo).
A seguir fizemos uma mistura num caldeirão e ele fumegou, foi muito engraçado.

A última experiência foi a mais engraçada, porque com dois químicos fizemos uma mão mágica!”






sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Atividade “Conhecer a Biblioteca da escola”

No decorrer do presente ano letivo, a equipa da Biblioteca da escola, em concordância com o Departamento de Ciências Sociais e Humanas, tomaram a decisão de concretizar a ação educativa intitulada “Conhecer a Biblioteca da escola”. Tal ação educativa foi definida de modo a ser favorecido o conhecimento, pelos alunos do 6º ano de escolaridade, da dinâmica de organização e de funcionamento da Biblioteca da escola, bem como do processo de concretização de trabalhos de pesquisa, tendo por base os seus recursos educativos. A atividade decorreu, na Biblioteca da escola, de 8 a 11 de janeiro de 2018.